Consolidação da estratégia de opções 2019-03

Já na nova corretora, não tenho visto muita vantagem em contar com um assessor, o escritório me fornece relatórios de investimentos de todas as casas (basta solicitar) e operações estruturadas caso eu tenha interesse porém não vi muita vantagem em estruturadas uma vez que a ideia é possuir o ativo e ter em carteira “para sempre” caso algum imprevisto aconteça, essa foi a principal razão de mudar o ativo dos lançamentos, é algo que ainda preciso estudar.

Como comentado em posts anteriores, aumentei minha posição em ações, a ideia é ter um “salário” (lembra da tal da terceira linha?) extra mensal com os prêmios das opções, para isso, preciso vender sempre acima do preço médio do ativo.

Vamos aos movimentos.

Primeiro movimento foi a “realocação/troca” da operação do mês anterior, nada de novo.

Segundo movimento, o resgate do multimercado foi pago e eu aportei em mais ITSA.

Terceiro movimento, recompra das opções fechando com chave de ouro.

A rentabilidade foi “afetada” pela segunda operação pois ela já estava praticamente na metade de da Theta. Ainda assim, a primeira operação teve um retorno bruto de 2,6% enquanto a segunda operação um retorno de 1,3%. As operações em conjunto dariam um retorno bruto de 1,9%. O retorno liquido da operação fica em torno de 1.5% após custos e IR.

Não cumpri a meta de 2% ao mês porém fui agraciado no dia seguinte com o lançamento da nova serie, consegui realizar a venda na máxima do dia, antes da noticia do presidente barrar o aumento da PETR e a bolsa despencar. Tal lançamento garantiu 2,95% bruto para o próximo mês ou algo em torno de 2,5% liquido.

8 pensou em “Consolidação da estratégia de opções 2019-03

  1. Olá IdTI!
    Excelente resultado!
    Não entendi seu comentário da terceira linha “para isso, preciso vender sempre acima do preço médio do ativo.“
    Vc pretende lançar put itm? Algum racional especial?
    Você podia esclarecer?
    Abraço!!

  2. Olá Janota!

    Partindo do principio que eu sempre "saco" os prêmios e não contabilizo os mesmos no meu preço médio eu tento lançar as ações bem ATM porém o strike precisa ser acima do preço médio de compra caso contrario em um exercício eu teria que "devolver" parte do prêmio.

    Por exemplo.

    Compras feitas a 14, 13 e 11 isso me daria um preço médio de 12,66. Meus lançamentos seriam no primeiro strike acima de 12,66 priorizando o prêmio.

    Faz sentido? o que acha?

    abs.

  3. TI-man, me tira uma dúvida:

    Vendendo estas 4.000 calls, se exercido, você teria que pagar o imposto de renda. Para evitar isso, você sempre recompra as opções, estejam ela no preço que estiverem na semana anterior ao vencimento, aceitando um eventual prejuízo?

    Sucesso e bons negócios
    Fuleiro

  4. Olá Fuleiro.

    Não tenho o costume de recomprar as opções para evitar o exercício pois quando faço os lançamentos já calculo o valor caso seja exercido e caso não seja exercido, ou seja.. pagando IR ou não.
    Além disso o custo da rolagem teoricamente seria abatido do prêmio mensal, então vai meio que contra essa ideia que tenho de fazer retiradas mensais do prêmio.

    O que tenho feito é zerar a posição assim que ela chega a R$ 0,01 para evitar subidas muito fortes que venham de surpresa.

    Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *