Migração concluída.

Finalizada a migração dos dados do blogspot para o wordpress agora é hora de começar a customizar e encontrar formas de criar um blogroll eficiente como era o nativo do blogspot!

Aos colegas, caso tenham interesse estou a disposição para trocar ideias!

A famosa transferência de custódia

Estou decidido a trocar de corretora (novamente) para não pagar a taxa de corretagem abusiva (em minha opinião) de 0,5% sobre o valor da nota (qual a lógica disso?) caso seja minhas opções sejam exercidas.

Para isso, tenho enfrentado uma batalha para conseguir informações. A transferência de ativos padrão (ações ON e PN) é simples, a dúvida vem quando preciso transferir ativos um tanto quanto diferentes como nossas queridas opções.

Procurando na internet não encontrei nenhum vídeo então a forma mais correta de buscar essa informação foi entrar em contato direto com a nova corretora para verificar se eles conseguiam sanar essas dúvidas.

A primeira tentativa foi via chat e como sempre explicar esse tipo de coisa por texto é um desafio enorme que não consegui ter sucesso fiquei certa de 20 minutos explicando que possuía 1000 papeis de bbdc4 e estava vendido em 1000 calls de bbdc4 ou seja possuía -1000 papeis. Sem sucesso, recebia mais perguntas que respostas foi aí que decidi ligar na corretora para explicar por voz e dessa vez pareceu mais fácil em dois minutos consegui a informação que para opções de venda deveria utilizar o “tipo” de ativo OPC (no caso de opções de vendas, as famosas PUT, seria tipo OPV).

Vamos ao preenchimento da folha de transferência (estou usando o modelo disponibilizado pela clear) que é “padrão”.

Precisamos preencher a parte relacionada ao nosso cadastro como nome, código das corretoras, corretora de saída e nova corretora e os dados do ativo no meu caso ficaria algo como:

É isso, com a folha preenchida, basta reconhecer firma por autenticidade da assinatura e enviar via correio para o endereço sua corretora atual… sim!!! estamos em 2019, todas as transações podem ser feitas online porém para transferir os ativos de uma corretora para outra você precisa enviar uma carta. Talvez a ideia seja dificultar o processo, algo parecido com o que bancos fazem para cancelar contas onde você precisa ir até a agencia para assinar uma folha de papel…

Vendi meu carro!

Simples assim… não me recordo se já comentei aqui no blog porém como estou morando com minha namorada e passei a utilizar fretado para ir ao trabalho acabei decidindo por vender meu carro (e tacar tudo nas opções). Sem falar que minha namorada tem um carro também, então caso aconteça alguma emergência podemos utilizar o carro dela.

Acabei entregando o carro por R$ 50.000,00. O carro estava anunciado por R$ 52.000,00 e depois negociar com o interessado acabei abaixando mais R$ 2.000,00 referente a reparos de funilaria que era “necessários” no carro e como meu pai tinha “parte” do carro pois peguei cerca de R$ 20.000,00 com ele na época da compra acabei devolvendo R$ 10.000,00 e ficando com os outros R$ 40.000,00 que deverão aparecer no próximo fechamento

O valor de tabela do carro no ultimo mês era R$ 54.000,00 já com seus 5 anos (modelo 2014) porém o mesmo já estava com 82000 KM e queira ou não temos essa cultura de que carros com 100000 KM perdem muito valor.

Comprei o carro em 2017 pois estava pegando estrada semanalmente e queria um carro mais seguro, comprei com 55000 KM e paguei algo em torno de R$ 57.000,00. Acredito que gastei algo em torno de R$ 10.000,00 em manutenções e revisões, fiquei cerca de 2 anos com o carro, então acho um valor “justo” de R$ 500,00 mensais de manutenção para um carro desse tipo.

A conclusão é clássica, carro não é investimento, é um passivo, um bem de consumo e como estou em uma fase mais tranquila, faz mais sentido transformar esse passivo em um ativo do que manter o carro na garagem para usar basicamente de final de semana.

É isso… estamos na reta final do vencimento das opções (já desmontei o primeiro lançamento e vendi algumas PUTS com o dinheiro do carro), acredito que para o próximo mês o retorno do lançamento de opções deve ser bem menor devido ao preço dos ativos estarem abaixo do meu preço médio.

O curso do Clube do Pai Rico – DOUBLE PUT DOUBLE CALL

Finalizado o curso adquirido e classificado como investimentos dentro das minhas despesas mensais pois encaro os custos de educação desta maneira gostaria de expor minha opinião sobre o material.

O curso começa muito teórico, explicando termos importantes dentro do mercado como PUT, CALL, ITM, ATM, OTM, DIVIDENDOS, JCP entre outros. Algo que considero de suprema importância quando se inicia um estudo. Também são abordadas operações básicas são explicadas como compra e venda de CALL e PUT, dicas sobre STOP, margem, e IR também estão dentro do conteúdo.

O módulo que mais agregou em conhecimento teórico foi o que é explica sobre as gregas, essas são utilizadas para o cálculo dos preços e seu comportamento durante o período de validade das opções.

Sobre o método, pelo o que eu entendi foi uma estratégia adotada pelo colega que teve bons retornos e o mesmo decidiu “batizar” e compartilhar com pessoas que tem interesse em estudar estratégias dentro do mercado de opções. Na minha opinião a didática utilizada agrega muito ao iniciar os estudos sobre opções uma vez que você entende a lógica das operações, e nada impede que você crie suas próprias estratégias de acordo com suas necessidades para resultados alinhados com suas expectativas.

Outro ponto muito interessante é a comunidade ativa dentro do curso, acredito que seja a ferramenta mais valiosa pois proporciona a troca de ideias seja para compartilhamento de estratégias ou de esclarecimento de dúvidas. Inclusive foi lá que eu tive o insight do post sobre IR.

Se pudesse dar um feedback colega Clube do Pai Rico, seria pensar em alguma forma de entregar o curso de forma diferente para pessoas iniciantes e pessoas que já possuem algum conhecimento.. talvez um double put double call v2 hehe.

Caso tenham interesse o link para adquirir o curso via minha indicação é https://hotm.art/FRFkXDo.

Antes de comprar voce deve alugar um apartamento, porém com ou sem mobilia?

Esse é um post que acho super interessante. Acredito que a aquisição de um imóvel, desde que esse imóvel não seja todo o seu capital tenha algumas vantagens porém antes de adquirir um imóvel (entenda que a liquidez tende a ser baixa) acredito que devemos experimentar o imóvel e a região pois existem detalhes que só conseguimos verificar no dia a dia (principalmente no período da noite).

A decisão de locar um imóvel mobiliado e pagar cerca de 30% mais caro que um imóvel sem mobilia foi tomada em consenso com a minha namorada (praticamente esposa) no momento em que propus para morarmos juntos e foi bem aceita uma vez que a mobilia básica de um apartamento (entenda básico para viver, não básico para sobreviver) costuma ficar em torno de R$ 15.000,00 e como não tínhamos certeza que daria certo morar juntos, resolvemos fazer esse teste.

Iniciamos agora em fevereiro uma segunda etapa, onde alugamos um apartamento maior (dois quartos) e decidimos comprar a mobilia e os gastos já estão em R$ 14.450,00. Lembrando que nada de luxuoso foi adquirido.

R$ 2.800,00 – Cama baú
R$ 2.500,00 – TV
R$ 1.600,00 – Mesa de jantar
R$ 2.500,00 – Sofá
R$ 1.300,00 – Maquina de lavar
R$ 2.100,00 – Geladeira
R$ 850,00 – Fogão
R$ 500,00 – Microondas
R$ 300,00 – Mesa para varanda

A conta que fizemos foi a seguinte, uma vez que pagávamos R$ 2.000,00 (cerca de R$ 400,00 seria de mobilia da locação) o “ROI” da compra da mobilia seria 36 meses, ou seja, após 3 anos os móveis seriam “pagos” pela diferença do valor da locação sem mobilia e a locação com mobilia.

A experiência foi válida e se tivesse que citar uma vantagem e uma desvantagem seriam:

A principal vantagem foi a facilidade proporcionada por um apartamento mobiliado é o principal ponto que faz o custo “valer a pena”, logo se voce está com pensamentos de mudar de cidade ou pais visando oportunidades de trabalho por exemplo, vale muito a pena.

A grande desvantagem foi a não escolha dos itens da mobilia, uma vez que a compra da mobilia permite a escolha dos itens que mais te agradam e aqui o lado financeiro é o fator secundário uma vez que o sentimento de bem estar seria o principal.

A primeira reversão

Aconteceu algo diferente essa semana que não faz parte da minha estratégia, talvez seja um insight para ter uma mente mais aberta dentro das operações que tenho lançado.

**Os números abaixo foram levemente arredondado para facilitar o cálculo**

Percebi que meus lançamentos tendem a ser um pouco OTM para ganhar alguma coisinha de valorização além do prêmio da opção.

Sobre a reversão, tudo começou com a compra de 300 PETR4 no exercício de novembro-dezembro por R$ 24,55 e realizei o lançamento como tenho feito desde o inicio. Não fui exercido e acabei ficando com a dúvida se lançaria alguma opção OTM pois o valor da PETR4 estava em R$ 22,50. Acabei decidindo por aumentar minha opção dentro da PETR4 para diminuir o preço médio realizando a compra de 500 PETR4 por R$ 22,50 para o exercício dezembro-janeiro e com isso meu preço médio caiu para R$ 23,25 para lançar uma opção não tão OTM, a PETR53 que tinha strike de 23,35 pelo premio de R$ 0,85.

A operação acima me daria um rendimento liquido de 3,1% caso não fosse exercido e 3,6% caso fosse exercido.

Por volta da data 2018-01-05 soube da aprovação (na data 2018-12-18, comprei parte das ações no pregão do dia 18, então tenho minhas dúvidas se entrei na data dos dividendos ou não) de pagamento de dividendos no valor de R$ 0,70 e que havia um provisionamento de dividendos (essa é a grande dúvida, está provisionado porém não sei se “tenho direito”) no valor de R$ 476,00 (valor que até hoje não consegui identificar pois eu possuía 800 papéis) e com isso o strike da opção que antes era 23,35 (que posteriormente foi alterado para 23,45.. por algum motivo, talvez pagamentos, os strikes das opções tem algumas variações… ainda não consegui pegar a lógica 100%) foi ajustado para 22,75.

Na data 2018-01-07 a houve uma disparada do PETR4 e eu fiz a seguinte indagação “o que aconteceria se eu desfizesse a operação agora que eu já recebi os dividendos e o valor de strike foi corrigido por causa dos dividendos?” a recompra da opção estava saindo por R$ 3,00 e a venda por R$25,50 me daria um retorno de R$ 2,25 como eu já havia recebido o premio liquido de R$ 0,75, teria um saldo de R$ 3,00 o que me proporcionaria sair da operação empatado porém com os dividendos provisionados no valor de R$ 0,595 por ação (os R$ 476,00 citados acima) ou seja 2,55% de lucro porém com capital disponível para comprar ações e lançar mais opções.

Foi o que acabou sendo feito, voltei para a CMIG4 que estava em queda no dia comprando por 13,40 e lançando novas opções OTM por 13,63 gerando rendimento liquido de 1,8% caso não for exercido ou 3,7% caso exercido.

Em meu ponto de vista a vantagem dos movimentos foi manter a taxa de rentabilidade em 3,7% (lembrando que esse seria o caso onde eu serei exercido) porém sobre o dobro do capital uma vez que eu utilizei o “mesmo dinheiro” em duas operações dentro do mesmo exercício. Por outro lado, caso seja exercido terei que pagar IR sobre movimentação de ações maior que R$ 20.000,00 no mês porém ainda assim terei um rendimento em valores absolutos maior que se tivesse apenas mantido a primeira operação até o final.

Resumindo.

Montei uma operação no valor de R$ 18.600,00 que me daria R$ 578,00
Desfiz a operação utilizando o prêmio para empatar
Existem R$ 476,00 provisionados.
Montei uma nova operação no valor de R$ 17.500,00 que me deu R$ 340,00.
Ainda posso ter mais lucro se for exercido, algo próximo de R$ 310,00.

Caso seja exercido, pagarei algo em torno de R$ 350,00 de imposto e terei o valor final de R$ 1.000.
Caso não seja exercido, terei o valor final de R$ 1400,00.
Caso tivesse mantido a operação teria o valor final de R$ 600,00.

Parece interessante… talvez tenha esquecido de analisar algum ponto, caso os colegas vejam algum GAP será um prazer discutir sobre.

Edit: Consegui encontrar o valor que estava em duvida na CEI, são de JSP aprovados no papel PETR4 no valor de R$ 0,70. Como existe IR para JSP o valor de R$ 560,00 cai para R$ 476,00.

Me rendi… comprei um curso de opções…

Após ler o post do colega Investidor Fuleiro me rendi e dei uma chance ao clube do pai rico e comprei o curso DOUBLE PUT DOUBLE CALL.

O valor é alto porém vou encarar como um investimento em educação.

Até o momento já realizei dois módulos. O primeiro de boas vindas e o segundo que abordou sobre as nomenclaturas, siglas, tipos, formadores de mercados, etc… ou seja.. apenas teoria… algo não muito útil para mim que já possuo certo conhecimento do assunto e que costumo utilizar mais a lógica para entender o funcionamento das coisas.

O único ponto que me incomodou foi o tempo para liberação das aulas, cada módulo é liberado a cada 7 dias, isso me incomoda pois não posso levar o curso no ritmo que eu gostaria (que seria aplicar algo já no próximo vencimento do dia 21/01/2019).

Por que o mundo não vive de ações do Itaú?

Tudo começou a algum tempo quando iniciei assuntos financeiros com meu irmão. Estava começando a estudar alternativas de investimentos e conheci as LCIs e LCAs. Foi aí que virei o consultor de investimentos da família.

Como já citei em outros posts, meu pai tem um perfil MUITO conservador e é poupador exemplar, porém guarda tudo na poupança.

E então meu irmão veio conversar sobre um fundo do Itaú que investe em ações do Itaú e retirei algumas mensagens interessantes (em vermelho minhas observações):

Esses 3% ao ano são sobre o montante aplicado ou sobre o rendimento?

Eu acho que 3% ao ano é um valor aceitável pelo histórico de rendimento desse fundo
Aqui ele comenta que acha ok pagar uma taxa alta por um rendimento alto.

Ele compra ações do grupo Itaú
Imagino que é day trade
São 4 anos rendendo em torno de 30% ao ano
Se fosse só comprar e deixar lá. O mundo viveria de ações do Itaú.
Aqui discutimos sobre o que o fundo faz, se ele apenas compra as ações ou se fica comprando e vendendo.

Se eu tenho um patrimônio de 700 mil e aplico tudo nesse fundo. Teoricamente eu tenho 224 mil de rendimento ao ano, certo?
Tira 15% de imposto de renda
Da pra viver disso… fiz uma conta rápida e tenho mais ou menos isso
225 × 0,85 = 190 mil
190/12 = 15 mil por mês
Conta simples do rendimento médio dos últimos anos (lembrando que rendimento passado não garante rendimento futuro)

Faz sentido essa conta?
Quais variações ignorei?
Somente o risco, certo?
Duvidas surgiram sobre a conta, quando é muito “fácil” a gente desconfia…

Em números absolutos esta ok
Vivo com 10 mil e deixo 5 mil para desvalorização cambial ainda
Comentei sobre inflação, e ele comentou sobre deixar 1/3 para “reposição” da inflação

Tem que ter um furo muito grande nessa conta
Caso contrário faltaria mão de obra no mercado muito rápido.
O que acham? qual o furo? olhar a rentabilidade passada esperando a mesma para o futuro?

O Itaú é o Corinthians,  se cair você sabe que sobe de volta.
Não é o Guarani que você sabe que pode subir, mas sabe la deus quando.
Gostamos de futebol, aqui uma piadinha interessante comparando a tranquilidade de investir no Itaú, esperando que o mesmo sempre recupere caso tenha uma queda.


Por curiosidade, abri a janela de últimos 3 anos para desde o inicio e temos uma “surpresa”… o fundo não rendeu 30% ao ano em média mas sim 10% ao ano…

E aí? o que acham?
Convoco a finansfera para debater sobre essa ideia…

Eleição 2018 – Segundo Turno

Finalizada a eleição, deu o que todos esperavam, o mercado queria e as pesquisas apontavam… Bolsonaro será o presidente do Brasil em 2019. Na sexta feira pensei em aportar na bolsa em ações estatais e colher o fruto hoje, porém como não estava com liquidez suficiente resolvi deixar e seguir a estratégia traçada no inicio do exercício.

Ainda bem… se formos analisar as ações que acompanhando vejam que paulada (que realização de lucro talvez?)
é isso.. minha querida CMIG – 5.73%.
É isso.. post do segundo turno é apenas para marcar esse momento tão “diferente” na historia do país, acredito que se um governo simples e correto que cumpra o básico da primeira regra do mundo financeiro (despesa menor que receita) o país tem tudo para ter bons anos.
Destaque para Minas Gerais, que terá o primeiro governador do partido Novo, espero que os ideias do partido sejam seguidos para abrir o caminho em 2022.

O sonho de morar em outro país

Sabe aquele sonho que as pessoas tem em morar em outro país? tipo na Europa (sei que é um continente pessoal, só estou resumindo hehe), Austrália, USA? então.. eu não tenho… pelo menos não hoje…

Tudo começou em julho de 2017, quando fui demitido pela primeira vez na vida. Na minha opinião a demissão foi algo “injusto” pois não houve um motivo, apenas um comunicado, acredito que tenha sido algo “pessoal” porém não entremos nesse mérito. Após a demissão fui trabalhar em São Paulo como consultor, eu estava namorando fazia um ano e me propus a voltar todo final de semana, até aí sem problemas e para aproveitar minha vida em São Paulo, tratei morar em um ótimo local, era uma cobertura com churrasqueira, mesa de sinuca, no meio da vila olímpia, preciso dizer mais algo?

Fiquei 9 meses atuando como consultor vivendo meu melhor momento profissional (R$ e oportunidades) quando recebi um contato para uma das maiores (se não a maior) empresa de tecnologia de Campinas, era a oportunidade perfeita para eu voltar para campinas, ganhando mais e com qualidade de vida maior que a que eu estava levando em São Paulo. Resumidamente aceitei a proposta e uma semana depois estava em Campinas alugando um apartamento mobiliado (nunca aluguem apartamentos mobiliados, é muito mais caro) e chamando minha namorada para morar comigo (sim.. talvez tenha me precipitado… brincadeira, ela é a melhor mulher que conheci na vida).

Enquanto estive em São Paulo, mantive contato com um grande amigo que havia aceitado uma proposta para atuar como consultor em Lisboa e vivia me falando que eles tinham muitas vagas e que ele me indicaria em algum momento. Dito e feito, esse mês duas consultorias entraram em contato e marcaram a entrevista com o responsável pela parte de hiring dentro da consultoria. Aparentemente fui aprovado nas duas, e essa semana agradeci o contato e recusei a continuidade do processo pois não tenho intensão de sair do pais nesse momento, claro que a ideia de morar na Europa e viver uma cultura diferente, com um povo educado (é o que dizem…), segurança e outras coisas básicas que não temos aqui no brasil foi algo que tirou alguns momentos de sono, porém minha vida atualmente é boa, tanto profissional quanto pessoal.

Fiz questão também de ser o mais transparente possível com as consultorias e deixei no ar que futuramente poderíamos voltar a negociar algo.

Financeiramente a proposta não traria grande diferença em minha vida, pesquisando constatei que os custos eram proporcionais, por exemplo eu gastaria 30% do salário em Lisboa com moradia, hoje eu gasto 30% do meu salário com moradia.

Bom, é isso.. apenas um post para registrar essa situação para que no futuro eu tenha um momento para avaliar se tomei a decisão certa ou não.